Joseph Shafan

"Então uma voz se elevou do abismo. Era o grito da Luz"  Visão de Hermes

Textos

Depressão Materna (Depressão Perinatal)
A Depressão Materna (Depressão Perinatal) inclui o período pouco antes do parto até meses seguintes.

Cerca de 13% das mulheres, conforme estatísticas em publicação recente da United States Preventive Services Task Force (USPSTF), mergulham em tristezas intensas, mais ainda pela busca em vão de encontrarem a causa do sentimento de infelicidade, com tantas complicações como risco maior de nascimento prematuro, choro aparentemente sem causa, desinteresse, sonolência, insônia, ansiedade, compulsão alimentar, baixa libido, pânico, descuidados com o bebê, instabilidades emocionais, relacionamento deficiente com o recém nascido, que geram desavenças familiares, justamente num instante da vida em que havia a expectativa de muita alegria. Assim, a Depressão Perinatal fica sendo considerada uma das maiores agravantes do parto.

A Depressão Materna pode ainda afetar o desenvolvimento cerebral da criança resultando sequelas a prazo médio e longo. Na intensidade do impacto emocional pode ocorrer suicídio.

Nessa comprovação científica de publicação recente, a US PS TF faz recomendações aos clínicos e obstetras para integrarem as gestantes em programas psicológicos específicos. Mas, nos dizeres do dr. Drauzio Varela "Infelizmente, o número de mulheres que necessitam de cuidados psicoterápicos perinatais é muito maior do que a disponibilidade de acesso aos serviços do SUS em condições de atendê-las.".

Dentre diversos agentes sociais e clínicos da Depressão Perinatal se encontram a falta de apoio familiar, ausência de suporte social e histórico anterior de depressão.

A mesma atual publicação estadounidense recomenda a prevenção da Depressão Materna aproveitando-se a motivação maternal  no fomento de um conjunto de respostas que impulsionem
o bem-estar tanto da parturiente como do bebê. Para tanto, a US PS TF disponibiliza uma publicação adicional (Antenatal Risk Questionnaire ou o Postpartum Depression Predictors Inventory).

A prevenção, de acordo com o publicado, reduz em pelo menos 39% a Depressão Perinatal.

- texto baseado em literatura ["Depressão perinatal"] notificada em 18/03/2019 pelo dr. Drauzio Varela

Joseph Shafan
Enviado por Joseph Shafan em 19/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras